CIDADE · COIMBRA Coimbra festeja passagem de ano nos palcos Mondego, Coimbra, Revival e Baixinha

31 de Dezembro, 2018 0 Por Carlos Joaquim
Quatro Palcos – Palco Mondego, Palco Coimbra, Palco Revival e Palco Baixinha – e um espetáculo de fogo de artifício serão o centro das atenções de milhares de pessoas na contagem decrescente para 2019.
A noite de Passagem de Ano apresenta um reportório musical variado, para públicos de todas as idades. O destaque musical vai para os UHF e Diogo Piçarra.  
A despedida de 2018 arranca pelas 19h30, com animação musical itinerante na Baixa de Coimbra, que se prolonga até às 22h00, pelo Grupo Bossa a Meias, da CAiS de Coimbra – Colectivo de Artistas Independentes de Coimbra.
A Banda ICE dá sequência à festa da última noite do ano, pelas 22h00, no Palco Baixinha, instalado no Terreiro da Erva, com uma proposta musical que integra grandes êxitos comerciais do momento, como música latina, kizomba, kuduro, valsa, tango, pasodoble, pop rock, dando grande ênfase à música portuguesa que marcou várias gerações e que o tempo não apaga.
A digressão “40 Anos Numa Noite”, dos UHF, fecha o ano 2018 em Coimbra. Às 22h30, as canções da banda de António Manuel Ribeiro vão ecoar no Palco Mondego, instalado no Largo da Portagem, num concerto que contagiará várias gerações de fãs, com sucessos como “Brincar no Fogo”, “Menina Estás à Janela”, “Cavalos de Corrida”, “Toca-me”, “Foge Comigo Maria”, “Matas-me com o teu olhar”, “Quando (dentro de ti)” ou “Uma palavra Tua”.
À meia noite, o rio Mondego será o palco do espetáculo de fogo de artifício, que brindará a chegada de 2019 com muita luz e cor.
Depois das doze badaladas, a música regressa à Baixa de Coimbra. No Palco Mondego, Diogo Piçarra irá dar as boas-vindas a 2019 com um espetáculo emocionante, que percorrerá os grandes Hits que têm marcado a sua carreira: “Tu e Eu”, “Dialeto”, “Verdadeiro”, “Entre as Estrelas”, “Wall of Love” e o novo single “História”.
A fechar a animação, no Largo da Portagem, a agitação dos Insert Coin, que, num espetáculo nada convencional, conduzirão o público numa viagem que passa tanto pelo melhor como pelo mais “caricato” dos anos 1990 e início de 2000. Os responsáveis pela diversão são Joel Rodrigues e João Paulo Sousa.
Mas a festa não acontece só aqui. O programa musical contempla, ainda, outras duas paragens:  o Palco Coimbra, na Praça do Comércio, recebe Francisco Cunha e o projeto BANDIT’Z live.
Na Praça 8 de Maio estará instalado o já habitual Palco Revival, que promete muita animação dedicada aos anos 1970, 80 e 90, pelas mãos do DJ Rui Tomé.
NDC