Castelo de Paiva | Reabilitação do edifício escolar era uma prioridade

Castelo de Paiva | Reabilitação do edifício escolar era uma prioridade

08/04/2021 0 Por Carlos Joaquim

Arrancaram esta semana na Raiva obras de beneficiação da EB1 de Oliveira do Arda

Depois de concretizada a deslocalização de três turmas, cerca de 56 alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico, para instalações do Agrupamento de Escolas do Couto Mineiro do Pejão, arrancaram esta semana as obras de requalificação da EB1 de Oliveira do Arda, na Raiva, uma empreitada que vai permitir a ampliação deste estabelecimento de ensino, localizado na União de Freguesias de Raiva, Pedorido e Paraíso, apresentando um custo de 374 033,36 euros, sendo que, a obra têm financiamento assegurado na ordem dos 85% suportado pelo programa Norte 2020.

O edifício escolar a reabilitar é composto por dois pisos, rés-do-chão e primeiro andar, sendo que, no que diz respeito ao edifício existente, este manterá as 4 salas de aula ( 2 em cada piso ), sendo exclusivamente ampliado para tardoz, onde serão ai criadas novas instalações sanitárias e uma sala de expressão plástica, por cada sala existente. Em fase desta ampliação, é criado um pátio interior que ficará directamente ligado à entrada de cada sala de aula existente. No rés-do-chão, junto à entrada do recinto, vão localizar-se os serviços administrativos, os quais contemplam uma recepção, instalação sanitária adaptada, sala de direcção e sala de professores.

Junto a este módulo de um só piso, encontra-se a edificação antiga que será alvo de ampliação, e percorrendo o corredor coberto criado no alçado principal, que fará a ligação destes últimos espaços com a Sala Polivalente, pequena cozinha, dispensa, vestiário, instalações sanitárias, balneário do pessoal e pequena biblioteca, sendo também esta nova edificação de um só piso.

A opção arquitectónica desta ampliação, teve como base e principal premissa na sua concepção projectual, a manutenção, dentro do possível do edifício existente, no sentido de minimizar custos e reduzir prazos na sua execução, aproveitando assim, ao máximo, a estrutura do edifício existente, que será “ abraçado” por uma nova edificação mais moderna, que contemplará as novas valências, que são hoje exigidas por lei e das quais, na sua maior parte estavam ausentes do actual edifício.

O projecto contempla ainda acessos diversos, campo de jogos, arranjos exteriores, jardins e percursos pedonais no interior do prédio, bem como a vedação dos limites físicos da escola, assim como a instalação de uma zona de lixos na parte exterior, traduzindo-se num edifício escolar moderno, com todos os requisitos de funcionalidade, quer para os alunos e pessoal docente e não docente.

O presidente Gonçalo Rocha congratula-se com a oportunidade da concretização desta empreitada, referindo a importância do investimento, para modernização deste edifício escolar em Oliveira do Arda, que estava a ficar com más condições de utilização para alunos e professores, aproveitando-se agora, a disponibilidade de fundos comunitários para a reabilitar este estabelecimento de ensino, a exemplo da estratégia que a autarquia paivense vem realizando no âmbito da reabilitação de espaços escolares.

 

 Por outro lado, a Câmara Municipal de Castelo de Paiva mantêm o propósito de reabilitação da antiga Escola Básica 2 3 de Castelo de Paiva, em Sobrado, uma vez que é urgente a sua requalificação, tendo em conta a necessidade de melhorar as condições de acolhimento neste estabelecimento de ensino, que recebe os alunos do Ensino Básico e Jardins de Infância pertencentes deste Agrupamento Escolar, sendo que esta é uma obra que deverá rondar 1 milhão de euros, financiada pelo Programa Norte 2020 em 85% com o Município a assegurar 15% do investimento.

 Carlos Oliveira