ECONOMIA/INOVAÇÃO/COVID-19: Hotéis Meliá apostam na prevenção da Covid-19 com soluções de empresa portuguesa

ECONOMIA/INOVAÇÃO/COVID-19: Hotéis Meliá apostam na prevenção da Covid-19 com soluções de empresa portuguesa

05/01/2021 0 Por Carlos Joaquim
A rede internacional de Hotéis Meliá celebrou um acordo para a instalação de soluções de prevenção contra a Covid-19 com a PLM (plm.pt), uma empresa portuguesa com sede em Aveiro e escritórios em vários pontos do mundo. Os primeiros Hotéis da rede a integrar as soluções da marca PREVENTION by PLM (preventioncares.com) foram os de Aveiro e Funchal.
Apostada em proporcionar e garantir todas as condições de segurança para os seus clientes, a rede de Hotéis Meliá está a instalar na receção dos seus hotéis um equipamento inteligente com sistema de acesso integrado, que permite aferir a temperatura e a utilização de máscara, mas também controlar a entrada de hóspedes e colaboradores através do reconhecimento facial.
Os Hotéis da rede Meliá juntam-se ao Hotel VIDA Residence no Dubai, pertencente a uma das maiores e mais prestigiadas cadeias hoteleiras daquele emirado, onde as soluções PREVENTION foram testadas ao longo de 2 meses com sucesso.
O Dubai, onde a empresa portuguesa estabeleceu em 2020 mais um dos seus escritórios, tem sido também palco para outras soluções da PLM. Exemplo disso é o recente acordo estabelecido entre a empresa e o grupo EMAAR Hospitality, para assegurar o controlo de acessos inteligente e sanitização de funcionários e convidados de 3 eventos: o Réveillon no Hills Hotels e dois eventos a decorrer na primeira quinzena de janeiro no conceituado Burj Khalifa, com cerca de 1000 convidados, para os quais a PLM disponibilizará as soluções SIAS e New Generation Sanitizer Gate.
A entrada das soluções PREVENTION no segmento da hotelaria demonstra, para Pedro Rodrigues, CEO da PLM, “que quando se conjuga o Design Funcional com a Integração Tecnológica, obtém-se as soluções PREVENTION, onde impera o equilíbrio entre a necessidade e a harmonia estética. Urge prevenir para uma retoma económica em segurança, sem agredir o ambiente que se encontra cada vez mais poluído de tecnologia”.