AVEIRO | Hasta pública rende 2,71 m€ que a cma vai usar para pagar dívida bancária

AVEIRO | Hasta pública rende 2,71 m€ que a cma vai usar para pagar dívida bancária

13/12/2020 0 Por Carlos Joaquim

Decorreu esta sexta-feira, dia 11 de dezembro, no Centro de Congressos de Aveiro, a hasta pública para alienação de dois imóveis na zona do Cais da Fonte Nova, pelo valor base global de 2.710.000€, divido por dois lotes de 1.355.000€.

Ambos os imóveis acabaram licitados pelo seu valor base, pela empresa Mário Corticeiro e Filhos Lda, significando assim numa verba de 2.710.000€ para a Câmara Municipal de Aveiro (CMA) que será totalmente utilizada para o pagamento de dívida bancária, de acordo com planeado e enquadrado na consolidação da recuperação financeira da CMA. 

AVEIROBUS: CMA E TRANSDEV CHEGAM A ACORDO

Culminando um processo de negociação de vários meses, que teve a liderança do Presidente da Câmara Municipal de Aveiro (CMA), Ribau Esteves e do CEO da Transdev Portugal, Pierre Jaffard, as duas entidades chegaram esta sexta-feira, 11 de dezembro, a um Acordo que vai permitir garantir a continuidade da qualidade e da sustentabilidade financeira e de serviços das operações de transportes públicos Municipais operados pela ETAC / Transdev sob a marca AveiroBus.

O objetivo geral deste Acordo é dar uma resposta integrada ao impacto negativo da Pandemia do Coronavírus / Covid-19 na “Operação Aveirobus” e colocar na devida ordem alguns aspetos da concessão que por vicissitudes várias ainda não chegaram ao nível do cumprimento que ambas as partes têm por compromisso e por vontade, clarificando também e por mútuo acordo alguns aspetos do contrato e da gestão da operação.

Com este Acordo fortalecemos a parceria das organizações envolvidas na “Operação Aveirobus”, ETAC/Transdev e CMA, apostando no desenvolvimento da parceria com base no cumprimento do contrato e dos compromissos assumidos, fortalecendo a cooperação, compreensão e confiança mútuas, com uma definição mais clara de conceitos e gestão de tarefas e responsabilidades.

O Acordo vai ser alvo de deliberação na Reunião de Câmara de 17DEZ20, dia em que se darão a conhecer os seus principais aspetos.