Mundo | BRISA DE BOM SENSO

Mundo | BRISA DE BOM SENSO

9 de Agosto, 2019 0 Por Carlos Joaquim
A entrevista de Luiz Antônio Nabhan Garcia [na foto acima com a Ministra da Agricultura Tereza Cristina], secretário de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, presidente licenciado da UDR, concedida ao “Estado de S. Paulo” (4-8-19), é brisa de bom senso, ventinho bom em região que padecia calmaria asfixiante e onde faz enorme falta a ventania da sensatez.
Com efeito, em profundidade no setor da reforma agrária — falo dele e dói dizê-lo — tudo continua igual como nos governos FHC, Lula, Dilma e Temer. A legislação permanece a mesma e, sintoma pressagioso, não se percebe nenhum movimento para mudá-la num sentido que favoreça a segurança jurídica, prosperidade no campo, salários e renda melhores para quem vive da terra. Enfim,leis que promovam a dignidade humana, obrigação dos homens de bem, a mais de preceito constitucional. Seria o mais decisivo, fincaria proteção para agora e compraria seguro para as gerações futuras. No caso, nada mais social, solidário e favorecedor dos pobres.
É sabido, Salvador Allende comunistizou o campo e a cidade com o marco legal lá existente (los resquícios legales), não precisou de instrumental novo. Igual pode acontecer com o Brasil, precipitando-nos na rota de Cuba e da Venezuela, o caminho da servidão, o que seria o inferno dos pobres, com presenciamos de momento especialmente em Roraima. E estamos em momento propício para dinamitar tal estrada.