INAUGURAÇÃO DAS NOVAS INSTALÇÕES DA DELEGAÇÃO DE VISEU DA LIGA PORTUGUESA CONTRA O CANCRO

31 de Outubro, 2018 0 Por Carlos Joaquim
Nova delegação vai acolher os serviços de voluntariado comunitário e apoio a doentes com cancro de mama e ainda consultas de Psico-Oncologia. Continua a política de descentralização do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro tendo em vista uma maior proximidade à comunidade da Região Centro.

O Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) inaugurou no passado dia 30 de outubro, a nova delegação de Viseu, situada na Rua Frei Joaquim Santa Rosa de Viterbo, Lote 95 R/C, Quinta do Galo – Jugueiros (próximo ao Centro de Saúde Viseu 3).
Na cerimónia de inauguração estiveram presentes Carlos de Oliveira, Presidente da Direção do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro, e Almeida Henriques, Presidente da Câmara Municipal de Viseu. Na ocasião participaram também a Coordenadora do Movimento Vencer e Viver, Emília Morgado Santos, o responsável do grupo comunitário de Viseu, António Manuel Aidos e o Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Tondela- Viseu, Dr. Cílio Correia.
Carlos de Oliveira lembrou, durante a Cerimónia de Inauguração, que estas são as primeiras instalações adquiridas fora do distrito de Coimbra, com o objetivo de melhorar as condições oferecidas aos voluntários. O objetivo, é “assim dar continuidade à política de descentralização do Núcleo Regional do Centro, tendo em vista uma maior proximidade à comunidade da região Centro”.
Numa primeira fase, a Delegação de Viseu da LPCC terá em funcionamento o Movimento Vencer e Viver (MVV) de apoio à mulher, desde o momento em que é diagnosticado um cancro da mama; uma extensão da unidade de Psico-Oncologia de apoio a todos os doentes oncológicos e familiares; e ainda o Grupo de Voluntariado Comunitário de Viseu.
O Presidente da Câmara Municipal de Viseu (CMV), Almeida Henriques, destacou no decorrer do evento o trabalho que os voluntários existentes no concelho realizam e que tornam Viseu um município “muito solidário”. Neste âmbito, anunciou ainda a proposta de formalização de um apoio da Câmara à LPCC.NRC no valor de cinco mil euros, que servirá para adquirir equipamento para as novas instalações.
O Presidente da Direção do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Carlos de Oliveira, terminou a sua intervenção destacando a atividade da LPCC no concelho de Viseu. Atualmente com 15 voluntários comunitários no concelho, e 16 voluntárias do MVV, várias têm sido as iniciativas de sensibilização e angariação de fundos a favor da Liga.  O Peditório Nacional da LPCC angariou no concelho de Viseu cerca de 82 mil euros, nos últimos dois anos; bem como cerca de 32.500 euros nas caminhadas de sensibilização “O Que Nos Liga” e “Pequenos Passos, Grandes Gestos®”, com a envolvência de mais de 4500 participantes nas edições de 2017 e 2018.
Foram ainda destacados os dados do Rastreio de Cancro da Mama em Viseu (RCM), cuja primeira volta teve início a 17 de dezembro de 1990. Desde esta data integram o RCM em Viseu 24.110 mulheres, com um total de 120 mil mamografias realizadas até então, e com o encaminhamento – para diagnóstico e tratamento – de um total de 529 mulheres. O Rastreio de Cancro da Mama voltará ao concelho de Viseu em junho de 2019 e decorrerá até abril/maio de 2020. 
Mais informações:
Ações do Grupo de Voluntariado Comunitário
Será a partir desta nova Delegação que o Grupo de Voluntariado Comunitário de Viseu, constituído em 1973, continuará a desenvolver ações de sensibilização para a prevenção e para o diagnóstico precoce do cancro, sinalização de situações de doentes oncológicos com carências socioeconómicas, informação à população e angariação de fundos, entre outras atividades.
Consultas gratuitas de Psico-Oncologia
A extensão de Viseu da Unidade de Psico-Oncologia vai permitir a realização de consultas gratuitas dirigidas ao doente oncológico e familiares. Estas consultas de Psico-Oncologia, que desde 2009 o Núcleo Regional do Centro da LPCC proporciona, têm como objetivo promover a qualidade de vida dos doentes oncológicos e familiares em todas as fases da doença; ajudar os doentes e a família a desenvolver competências para lidar com a doença e os tratamentos; prevenir perturbações psicológicas e dificuldades no funcionamento familiar; reduzir sentimentos de isolamento, desamparo e abandono, alargando as redes de apoio social; facilitar a comunicação entre o doente e os profissionais de saúde; promover a adesão terapêutica e auxiliar os familiares em luto.
Apoio à mulher com cancro da mama
O Movimento Vencer e Viver teve origem em 1953 nos EUA, por iniciativa de Teresa Lasser, uma mulher a quem foi diagnosticado um cancro da mama e que iniciou visitas hospitalares a outras mulheres também sujeitas ao mesmo tipo de diagnóstico, oferecendo apoio emocional através de um testemunho de esperança.
Nestas novas instalações, as 16 voluntárias da extensão do MVV (movimento anteriormente instalado no Hospital de São Teotónio em Viseu) vão disponibilizar às mulheres com cancro da mama, um conjunto de serviços que têm em vista a melhoria da sua qualidade de vida, nomeadamente através do fornecimento, a preços reduzidos, de materiais ortopédicos, produtos promotores da autoestima e do bem-estar (como próteses capilares e outros) e ainda o apoio emocional e prático entre pares.
Nos últimos dois anos o MVV – Extensão de Viseu atendeu 548 mulheres
Para quaisquer assuntos relacionados com a delegação do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro em Viseu poderão contactar através do telefone 232 416 016 / 239 487 490 ou e-mail nucleocentro@ligacontracancro.pt.