Manhã de domingo: Morte no futebol. Os 9 dias da tragédia à prisão

30 de Abril, 2017 0 Por Carlos Joaquim

Manhã de domingo

As principais notícias do dia
Bom dia!
Há uma semana, Portugal acordou com notícia do atropelamento mortal numa rixa de claques. Hoje ficou preso o principal suspeito. Os detalhes do que se passou desde a madrugada trágica.
O adepto dos No Name Boys suspeito de ter atropelado Marco Ficini recebeu a medida de coação mais gravosa e pode arriscar pena de prisão até 25 anos.
Os líderes europeus aprovaram o guião para as negociações com o Reino Unido no âmbito do Brexit, mas antes fizeram alterações que pretendem reforçar o poder da UE e a unidade entre os Estados-membros.
Benfica tremeu mas ganhou ao Estoril, FC Porto não tremeu e também venceu em Chaves. Assim, mantém-se a distância de três pontos. E as grandes decisões ficam adiadas até à penúltima ou última jornada.
Em abril golos mil. Pelo menos para Jonas: comemorou o aniversário no dia 1 com um penálti ao FC Porto e marcou seis golos nos últimos cinco jogos. Só assim Benfica venceu Estoril, por 2-1.
Vitória justíssima do Porto com dois golos na segunda parte, por Soares (52′) e André André (72′). Perto do fim, Maxi é expulso com vermelho directo, o seu primeiro em 265 jogos na 1ª divisão
O Movimento da Mensagem de Fátima, que coordena a assistência aos peregrinos a pé, estima que 40 mil pessoas caminhem até Fátima, para a peregrinação de 12 e 13 de maio.
Contra a ditadura de Maduro, por eleições antecipadas, pela libertação dos presos políticos e pelo fim da repressão, os venezuelanos voltam esta segunda às ruas. No último mês 29 pessoas morreram.
O BMW Série 5 foi um dos últimos modelos testados pelo Euro NCAP. A análise inclui embate frontal, lateral, contra um poste e ainda a forma como detecta peões e o que acontece quando os atropela.
O combate de kickboxing em que Pedro Kol tentou, neste sábado, revalidar o título europeu na modalidade, terminou com a derrota do português.
Um dos profissionais mais reputados da área esteve em Lisboa e contou ao Observador como deixou de ser chef para servir cocktails muito invulgares. Porque o que importa são mesmo as pessoas. 
Opinião
Vasco Pulido Valente
… hopes expire of a low dishonest decade… (W. A. Auden)
José Miguel Pinto dos Santos
Tendo os trabalhadores do Estado maior estabilidade no vínculo laboral deviam ter salários mais baixos para responsabilidades equivalentes. Não é o que sucede em Portugal. Nem na Venezuela ou em Cuba.
Alberto Gonçalves
Os portugueses querem levar a vidinha sem sobressaltos, maçadas e vergonha na cara, promessas em que, por exemplo à imagem de Salazar, a esquerda é exímia. Falar-lhes de liberalismo é um luxo inútil.
Ricardo Santos
O relatório reconhece que não há milagres. As principais propostas são externas e não dependem de Portugal. Nas internas, restam medidas arriscadas, que põem em causa a confiança dos investidores.
P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Na Cova da Iria os pastorinhos tiveram visões e não aparições, mas o valor não é menor porque, como notou Bento XVI, visões têm uma força de presença tal que equivalem à manifestação externa sensível.
Mais pessoas vão gostar da 360º. Partilhe:

no Facebook no Twitter por e-mail

Leia as últimas

em observador.pt

Observador

©2017 Observador On Time, S.A.
Rua Luz Soriano, n. 67, Lisboa