“Faltam ações e medidas”: diretor do Hospital de São João faz duras críticas ao Governo

“Faltam ações e medidas”: diretor do Hospital de São João faz duras críticas ao Governo

24/05/2022 0 Por Carlos Joaquim
Num artigo de opinião, descreveu um SNS desnorteado e a perder cada vez mais profissionais.
O presidente do Conselho de Administração do hospital São João fez duras críticas ao Governo. Num artigo de opinião publicado no Jornal da Notícias, Fernando Araújo disse que a falta de estratégia e de medidas que valorizem os profissionais estão a esvaziar cada vez mais o Serviço Nacional de Saúde.
O mesmo Estado que não dá autonomia às instituições para a contratação e não qualifica os vencimentos, oferece valores cinco vezes superiores a quem se disponibilize a trabalhar em prestação de serviços. O sinal pode não ser o pretendido, mas a direção é clara e aponta-lhes a porta de saída, desestruturando de forma irremediável o SNS”, escreveu.
Fernando Araújo apontou os salários baixos, a progressão lenta e uma tremenda carga de trabalho como os grandes problemas de um sistema que está dominado pela burocracia.
Os grupos de trabalho são nomeados ciclicamente, os estudos efetuados e reiteradamente repetidos. As causas estão bem visíveis. Faltam ações e medidas.”
Fernando Araújo foi secretário de Estado Adjunto e da Saúde entre 2015 e 2018, anos da geringonça. Em 2019, aceitou o convite de Marta Temido para liderar o hospital de S. João.
SIC Notícias
Imagem: Just News