Homem mata filha à pancada em Maputo e outro assassina esposa à facada em Manica

31/08/2017 0 Por Carlos Joaquim
Dois indivíduos de 30 e 39 anos de idade encontram-se a contas com a Polícia da República de Moçambique (PRM), nas províncias de Maputo e Manica. Um é acusado de pôr termo à vida da sua esposa e de ferir o filho com recurso a uma facada. O outro é indiciado de agredir fisicamente a sua própria até à morte.
O homem que supostamente acabou com a vida da sua cônjuge está detido no Comando Distrital da PRM de Vanduzi.
Ele tem 30 anos de idade e responde pelo nome de G. Baruence. Segundo as suas palavras, no momento em que cometeu o homicídio estava possuído por maus espíritos.
“Matei a minha esposa mas não foi uma coisa pensada. Um mau espírito chegou, levei uma faca e matei a minha esposa. Depois senti-me mal e saí de casa”, contou o jovem, sem revelar os motivos que estiveram na origem na briga que culminou com tal situação.
Ele acrescentou que depois de cair em si caminhou uma longa distância na tentativa de fugir da responsabilização.
A Polícia disse que a morte foi causada por problemas passionais e o cidadão deverá responder por dois, sendo uma de homicídio qualificado e o outro por ele ter ferido o seu filho, que na altura dos factos estava no colo da mãe.
Em Ressano Garcia, na província de Maputo, um outro indivíduo de 39 anos, cuja identidade não apurámos, caiu nas mãos da corporação em resultado de matar a filha de 15 anos, na noite do último sábado (2).
De acordo com o pai da vítima, esta regressava tarde à casa. Apesar de tantas repreensões, ela não mudava de atitude e insistia em cometer o mesmo erro.
Fonte: Jornal A Verdade, Moçambique