Laboratório em Saúde Digital

Laboratório em Saúde Digital

05/08/2022 0 Por Carlos Joaquim

Parceria entre CHUP e SPMS para desenvolver soluções digitais.

O Centro Hospitalar Universitário do Porto (CHUP) e os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) lançaram um laboratório para desenvolver soluções digitais na área da saúde que podem vir a ser replicadas noutros hospitais.

Em comunicado, o CHUP salienta que o laboratório, “pioneiro” em Saúde Digital, permitirá dar “saltos qualitativos”, ao promover a criação de tecnologias inteligentes no serviço de cidadãos e profissionais.

A inovação tecnológica “tem permitido aumentar a qualidade nas respostas”, salienta o Hospital de Santo António, lembrando que as tecnologias de última geração “criam valor extra aos utentes e profissionais, mas também aos parceiros e prestadores de serviços”. Com o lançamento do laboratório, as equipas do Hospital de Santo António e da SPMS estão já a trabalhar no desenvolvimento de novas soluções.

O Presidente do Conselho de Administração do SPMS, Luís Goes Pinheiro, destaca a “baixa utilização” das soluções tecnológicas que têm sido colocadas à disposição dos utentes do Serviço Nacional de Saúde, mas também o papel que o CHUP tem desempenhado na implementação destas soluções tecnológicas.

“O Hospital de Santo António é um exemplo no que toca à transição digital da saúde e tem a coragem de ser pioneiro na aplicação de modelos que são depois replicados noutros hospitais”, observa.

Também o Presidente do Conselho de Administração do CHUP, Paulo Barbosa, salienta que este é “mais um passo na integração dos projetos de Saúde Digital num ecossistema amplo, nacional e de caráter estruturante”.

Neste momento, decorrem já iniciativas em diversas áreas, como da cirurgia vascular, cardiologia e enfermagem obstétrica, que tem tido “impacto na vida dos utentes” e “ganhos quantificáveis em saúde”. A teledermatologia permitiu evoluir para projetos de âmbito “mais abrangente e intimamente interligados com projetos de investigação”, como o GLIA do serviço de neurocirurgia, que foi distinguido, em 2021, com o prémio do “Boehring Ingelheim Award for innovation in Healthcare”.

Para saber mais, consulte: