Deputado russo sugere raptar ministros da NATO que visitem a Ucrânia

31/05/2022 0 Por Carlos Joaquim

“Um enredo fantástico”, afirmou Oleg Morozov na televisão russa Rossiya-1.

Um deputado russo sugeriu raptar ministros dos países que pertencem à NATO e levá-los para Moscovo, onde seriam interrogados sobre as ordens que o Ocidente tem dado a Kiev.
As declarações de Oleg Morozov foram feitas na segunda-feira, no programa “60 Minutos” da emissora estatal Rossiya-1.
Morozov, membro do partido Rússia Unida e deputado desde 1993, afirmou que o envio de armas do Ocidente para a Ucrânia é uma ameaça direta à Rússia e pode levar Moscovo a rever os seus alvos militares.
Talvez seja um enredo fantástico que estou a preparar… que, num futuro próximo, em algum momento, um ministro de guerra de algum país da NATO vá de comboio para Kiev para conversar com [o Presidente] Zelensky (…) Mas ele [ministro] não ia lá chegar. E ia acordar algures em Moscovo”, sugeriu, citado pela agência Reuters.
“Quer dizer que nós íamos raptá-lo?”, questionou, com um sorriso, a apresentadora Olga Skabeyeva, uma das jornalistas mais pró-Kremlin da televisão russa.
“Sim. E depois conseguíamos perceber quem deu a ordem e quem é responsável”, disse o deputado. “Não é uma imagem tão mítica… Há novas regras no mundo agora. Deixa aqueles ministros de guerra reunirem-se todos em Kiev e que pensem um pouco sobre como seria acordar em Moscovo.” 
Vários líderes ocidentais visitaram Kiev desde a invasão russa à Ucrânia, incluindo o primeiro-ministro português, António Costa.
SIC Notícias