Autoridades canadianas elevam para oito número de mortos em tempestade

Autoridades canadianas elevam para oito número de mortos em tempestade

23/05/2022 0 Por Carlos Joaquim

O balanço anterior dava conta de cinco mortos.

As autoridades canadianas disseram, no domingo, que oito pessoas morreram devido à tempestade que atingiu, no sábado, o leste do Canadá e que deixou sem energia cerca de 900 mil habitações, sobretudo na área de Otava.
O balanço anterior dava conta de cinco mortos. Ventos fortes, com rajadas a atingir mais de 140 quilómetros por hora, varreram no sábado o leste do Canadá e o centro dos Estados Unidos, indicaram, no domingo, os serviços de meteorologia canadianos, sublinhando tratar-se de um fenómeno raro denominado “derecho”.
Esta tempestade tinha quase mil quilómetros de comprimento, do Michigan ao Maine”, estados norte-americanos localizados no centro e nordeste do país, respetivamente, estendendo-se através das províncias canadianas de Ontário e Quebec, disse o meteorologista do Ministério do Ambiente canadiano, David Philipps, em declarações a uma estação de rádio local.
“É a isto que chamamos ‘derecho’: uma longa linha de trovoadas e micro rajadas”, explicou o cientista, observando que “derecho” “não é uma palavra que seja usada frequentemente, é um fenómeno raro”.
A capital federal canadiana Otava foi particularmente atingida e milhares de habitações continuavam, no domingo à noite, sem luz, enquanto nas ruas permaneciam ramos e vários objetos levados pelo vento, que em algumas zonas assumiram a forma de tornado.
As autoridades locais indicaram que vão ser necessários vários dias para limpar todas as ruas e regressar à normalidade.

SIC Notícias/Lusa

Imagem: Dnoticias