Jovens portugueses otimistas com a sua vida mas cautelosos quanto à situação climática, económica e política do país

Jovens portugueses otimistas com a sua vida mas cautelosos quanto à situação climática, económica e política do país

19/10/2021 0 Por Carlos Joaquim
  • 87% dos jovens portugueses sentem-se otimistas com a sua vida

  • O pessimismo dos jovens parece associado a fatores externos nacionais e internacionais

  • Pandemia deixou jovens mais pessimistas, mas observa-se um estado de espírito positivo relativamente ao sentido de comunidade

Segundo o estudo internacional do Observador Cetelem “Ser jovem hoje: que caminhos para a independência”, que inquiriu jovens dos 18 aos 30 anos, de seis países europeus (Portugal, Bélgica, República Checa, Itália, Roménia e Reino Unido), 87% dos jovens portugueses (e 74% dos inquiridos dos seis países incluídos no inquérito) revelam estar otimistas com a sua vida.

Este estado de espírito positivo é visível na forma como os jovens europeus se descrevem, considerando-se felizes, idealistas e confiantes. Sentimentos positivos que variam um pouco consoante o país, com os jovens portugueses entre os mais idealistas.

No entanto, apesar de os jovens portugueses serem, a par dos romenos, aqueles que demonstram mais otimismo, o seu pessimismo revela-se quando avaliam a situação futura do país ou a nível internacional. Estes mostram-se mais apreensivos em relação às alterações climáticas (73%), à situação económica (69%) e à situação política de Portugal no futuro (64%).

Este pessimismo é transversal aos jovens europeus dos restantes países inquiridos, sendo as alterações climáticas a principal preocupação desta geração (65%). Os jovens europeus revelam estar preocupados também com a situação geopolítica no mundo (53%) e com a situação social do país de origem (52%).

Pandemia tornou os jovens mais pessimistas

A pandemia teve repercussões muito fortes na sociedade ao nível económico, político, social e pessoal. De acordo com o estudo, 38% dos jovens portugueses sentem que o Covid-19 os deixou mais pessimistas – mais 2% que a média europeia – sendo Portugal o terceiro país em que os jovens se sentem pior (Reino Unido e Itália com 39% cada).

Este momento pandémico fez com que os jovens portugueses se tornassem mais pessimistas, principalmente, no que diz respeito à situação económica do país (79%), à situação social (66%) e à situação política (63%). Mas nem tudo é negativo. Os dados refletem que 44% dos jovens portugueses estão mais otimistas com o sentido de comunidade vivido no país.

Metodologia

O inquérito quantitativo do Observador Cetelem “Ser Jovem hoje: que caminhos existem para a independência?” foi realizado pela empresa de estudos de mercado Harris Interactive, através de um inquérito online realizado de 30 de julho a 11 de agosto de 2021 simultaneamente em 6 países, com amostras representativas da população nacional de cada país com idade entre 18 e 30 anos. No total foram entrevistadas 4988 pessoas, distribuídos pelos diferentes países da seguinte forma: Bélgica 804 entrevistados, República Checa: 837 entrevistados, Itália: 839 entrevistados, Portugal: 835 entrevistados, Roménia: 822 entrevistados e Reino Unido: 851 entrevistados. A representatividade é assegurada pelo método das quotas e um ajuste aplicado às seguintes variáveis: sexo, idade, região de residência e situação profissional dos entrevistados em cada país. Dos 835 inquiridos em Portugal, 50% são do sexo masculino e 50% feminino. 54% têm entre 18 a 24 anos e 46% entre os 25 e os 30 anos; 52% estão empregados e 48% estão desempregados ou a estudar (28%). 66% frequentam ou têm um nível de escolaridade superior, e 34% habilitações anteriores ao ciclo superior.

Sobre o Cetelem

Cetelem é uma marca do BNP Paribas Personal Finance – entidade especialista em Crédito ao Consumo do Grupo BNP Paribas. Líder europeu no sector, está presente em mais de 30 países de 4 continentes, empregando mais de 20 mil pessoas. Em Portugal desde 1993, emprega 700 pessoas, serve mais de 1,35 milhões de clientes e está presente em mais de 3600 estabelecimentos de parceiros de negócio. Cartões de crédito, crédito pessoal, soluções automóvel e seguros são os principais produtos comercializados e estão disponíveis aos consumidores no site, na app, por telefone e nos estabelecimentos comerciais dos principais parceiros em Portugal, além de serem disponibilizados nas nossas lojas no Porto e em Lisboa. Para apoiar os seus clientes e parceiros, o BNP Paribas Personal Finance está empenhado em promover o acesso a um consumo mais responsável e sustentável.

Imagem: SAPO24