CHVNG/E duplica capacidade de resposta

CHVNG/E duplica capacidade de resposta

21/07/2021 0 Por Carlos Joaquim

Novo equipamento que vai permitir poupar 675 mil euros através da internalização de exames.

O Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E) duplica, a partir de hoje, a sua capacidade de resposta em ressonâncias magnéticas (RM), com a entrada em funcionamento de um novo equipamento que vai permitir poupar 675 mil euros através da internalização de exames.

“A aquisição do segundo equipamento e a realização de produção adicional aos fins de semana e feriados possibilitará a realização de aproximadamente 15.000 estudos por ano internamente, que corresponderá a uma redução da atual necessidade de externalização de 64% para 9%”, explica o diretor do serviço de Imagiologia do CHVNG/E, Pedro Sousa, num comunicado hoje divulgado.

Atualmente, realizam-se no CHVNGE aproximadamente 16.500 estudos de RM por ano, dos quais 10.500 em prestadores externos.

De acordo com Pedro Sousa, o novo equipamento vem dar “uma resposta integral aos estudos da oncologia, assim como a realização de estudos mais diferenciados, nomeadamente nas áreas de neurorradiologia e cardiologia, com qualidade de imagem superior e tempos de execução menores”.