Egas Moniz inspira menus dos restaurantes estarrejenses

09/07/2021 0 Por Carlos Joaquim

Egas Moniz inspira menus dos restaurantes estarrejenses

De 9 a 14 de julho, a vida e a obra de Egas Moniz serão protagonistas do programa “(Re)Descobrir Egas Moniz”, com diversas atividades inspiradas no neurocientista, com o objetivo de enaltecer o legado deixado por ele.

Em cada prato, uma memória deste homem singular

Durante três dias, as ementas de Egas Moniz vão estar entregues a 7 restaurantes do concelho, onde a criatividade aliada às preferências do neurocientista, transformam-se em ingredientes perfeitos para uma experiência única.

As ementas criadas pelo Chefe Ivo Loureiro, com base na pesquisa dos gostos gastronómicos do Prémio Nobel, deram lugar a uma ação de capacitação dos agentes económicos, num workshop orientado pelo Chefe Marco Valente e dirigido aos restaurantes locais aderentes, que nestes dias apresentam as suas Ementas de Egas Moniz.

Desafia-se, assim, todos os amantes de gastronomia a degustarem aveludados e empadas de aves, filetes de linguado, vitela ou peru lardeados. E, para finalizar, a saborearem desde os tradicionais doces de colher à fruta acompanhada de Kirsch e canela.

Veio por fim a sobremesa. Colhetes de marmelada ainda fresca do ano, que foi saboreada com louvores, e maçãs reinetas a que nós, os pequenos, logo deitamos a mão. (“A Nossa Casa”, Egas Moniz). Inspirados na obra de Egas Moniz, a companhia de teatro “Kopinxas”, em colaboração com o Teatro do Desassossego, farão uma leitura encenada de apontamentos literários, “Aromas e Sabores Encenados”, no decorrer das refeições.

Ao som da guitarra portuguesa e da viola, vamos ouvir os “Fados” da vida de Egas Moniz

Com interpretação de Leandro Ribeiro, Clara Oliveira e Liliana Elsig, da Sol d’Alma – Associação de teatro, a Casa Museu promove as “Confidências de ACAFEM”, visitas encenadas, já esgotadas, a partir de uma carta anónima, relatando confidências de um tal de ACAFEM (António Caetano de Abreu Freire Egas Moniz). Decorrem nos dias 9, 10, 11 e 14.

Na noite de sábado, dia 10, às 21h30, há um espetáculo musical para se ouvir os “Fados” que cruzaram o destino e a vida de Egas Moniz. “Fado Cruzado” propõe um encontro de sons portugueses. Fados irmãos que o tempo afastou e que aqui se juntam como se dois destinos se cruzassem, para nunca mais serem os mesmos. Lisboa, Coimbra – Portugal. Na Casa do Marinheiro, com uma ambiência criada especificamente para o momento, homenageia-se a magia do fado e a saudade prolongada vividas em Coimbra e que acompanharam o neurocientista pela sua vida fora através da voz de Carolina Pessoa (Fado de Coimbra) e de João Farinha (Fado de Lisboa) acompanhados por Luís Barroso e Ricardo Siva, na guitarra portuguesa, e Luís Carlos Santos, na viola.

No âmbito da comemoração do 53.º aniversário da Casa Museu, Maria de Lurdes de Breu, apresenta a reedição do livro “Egas Moniz – Perfil Político”, da autoria de António Macieira Coelho, sobrinho neto do prémio Nobel. No dia 14, às 18h, vamos refletir sobre a faceta política de Egas Moniz.

Este projeto surge no âmbito da candidatura “(Re)Vive & Fica”, um projeto de Programação Cultural em Rede em parceria com a SEMA – Associação Empresarial e com os Municípios de Albergaria-a-Velha, Estarreja, Murtosa, Sever do Vouga e Ovar. Alicerçado no património imaterial destes 5 territórios, onde a obra literária de autores locais se apresenta como o fio condutor. Em Estarreja vamos “(Re)Descobrir Egas Moniz”, o nosso Prémio Nobel, através do fado, de apontamentos literários e da gastronomia, envolvendo agentes culturais e económicos locais.

Conheça as ementas pormenorizadas dos sete restaurantes aderentes:

Restaurante BARRACÃO

Creme de cebola e peru, aromatizado com manjericão

Nispo de vitela, arroz de forno e batata no forno

Pudim de laranja

Participação:

Dia 9 de julho – jantar

Dia 10 de julho – almoço e jantar

Restaurante ENTRE TAPAS

Aveludado de peru, azeite e abóbora

Nispo de vitela, arroz de forno e batata no forno

Pudim de laranja

Participação:

Dia 9 de julho – jantar

Dia 10 de julho – almoço e jantar

Restaurante HUILA

Aveludado de peru, azeite e abóbora

Nispo de vitela, arroz de forno e batata no forno

Pudim de laranja

Participação:

Dia 9 de julho – jantar

Dia 10 de julho – almoço e jantar

Dia 11 de julho – almoço

Restaurante MERCADO

Creme de cebola e peru, aromatizado com manjericão

Nispo de vitela, arroz de forno e batata no forno ou Filetes de cherne, arroz de tomate coração de boi

Pudim de laranja ou Ananás com kirsch e canela

Participação:

Dia 9 de julho – jantar

Dia 10 de julho – almoço e jantar

Restaurante O PORTAL

Aveludado de peru, azeite e abóbora

Nispo de vitela, arroz de forno e batata no forno

Pudim de laranja

Participação:

Dia 9 de julho – jantar

Dia 10 de julho – almoço e jantar

Dia 11 de julho – almoço

Restaurante XIXAS

Aveludado de peru, azeite e abóbora

Nispo de vitela, arroz de forno e batata no forno

Pudim de laranja

Participação:

Dia 11 de julho – almoço e jantar

Restaurante TROPICAL

Aveludado de peru, azeite e abóbora

Nispo de vitela, arroz de forno e batata no forno

Pudim de laranja

ou

Creme de cebola e peru, aromatizado com manjericão

Filetes de linguado, arroz de tomate coração de boi

Ananás com kirsch e canela

Participação:

Dia 9 de julho –jantar

[Ementa de Egas Moniz: valor unitário 15€, bebidas não incluídas]