Vouzela | Município recebeu 61,9 milhões de euros de fundos comunitários

Vouzela | Município recebeu 61,9 milhões de euros de fundos comunitários

24/06/2021 0 Por Carlos Joaquim
Vouzela é o município do distrito de Viseu que mais fundos comunitários per capita atraiu no Portugal 2020
Com 61,9 milhões de euros, Vouzela é o concelho da CIM Viseu Dão Lafões e do distrito de Viseu que mais fundos comunitários per capita do Portugal 2020 captou, no período compreendido entre 2014 e março de 2021.
Este valor representa 9,74% do total das verbas recolhidas pelos 14 municípios da CIMVDL, a que corresponde 6.407 € por habitante (tabela 3), o valor mais elevado e muito superior a todos os restantes municípios quer da CIM, quer do distrito de Viseu ou até de municípios da zona centro com cidades como Viseu, Leiria, Guarda, Castelo Branco, Vila Real, Figueira da Foz, Coimbra ou Aveiro (tabela 1 e tabela 2).
Em termos absolutos, Vouzela é o terceiro município do distrito e da CIMVDL a atrair fundos, depois de Tondela com 76,2 milhões e de Viseu com 200 milhões (tabela 4 e tabela 5) .
Os dados foram revelados recentemente no Portal Mais Transparência da Agência para o Desenvolvimento e Coesão (AD&C) e dizem respeito aos fundos atribuídos no âmbito do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), Fundo de Coesão, Fundo Social Europeu (FSE) e Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e Pescas (FEAMP).
Os números revelam a capacidade do município no que diz respeito ao aproveitamento das oportunidades resultantes dos fundos comunitários, estando em curso um conjunto de intervenções no concelho que têm estado a mudar a face de Vouzela nos últimos anos e num futuro próximo. Com 193,7 km2 e 10.500 habitantes, Vouzela tem desenvolvido uma estratégia empresarial e de investimento municipal muito sólida e estruturada, assente numa visão política de capacitação do território e de desenvolvimento sustentado.
Os investimentos têm sido realizados no âmbito dos programas operacionais “Competitividade e Internacionalização”; “Inclusão Social e Emprego”; “Capital Humano” e “Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos”.
Mais informação aqui: