GNR deteve nove pessoas em Vilar Formoso por situações de imigração ilegal

16/05/2021 0 Por Carlos Joaquim
A GNR deteve sete homens estrangeiros por permanência ilegal no país e dois homens, também estrangeiros, por suspeita de auxílio à imigração ilegal, com idades entre 30 e 40 anos, na fronteira de Vilar Formoso, foi anunciado.
Fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda disse à agência Lusa que os homens foram detidos pelas 05:00 de hoje, no âmbito da realização de uma ação de fiscalização rodoviária na fronteira de Vilar Formoso, no concelho de Almeida, distrito da Guarda.
Segundo esta fonte, a GNR intercetou duas viaturas, que entravam em território nacional e transportavam 23 indivíduos indostânicos (da região do subcontinente indiano que inclui parte da Índia e do Paquistão).
“Na análise documental, feita pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), verificou-se que sete deles estavam em situação ilegal em território nacional e outros dois eram suspeitos da prática de auxílio à imigração ilegal”, adiantou à Lusa uma fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda.
Os nove detidos vão ser apresentados ao Tribunal de Almeida, para primeiro interrogatório judicial e aplicação de eventuais medidas de coação.
Os outros 14 estrangeiros “estavam com processo de legalização em andamento no SEF e ficaram em liberdade”, disse.
As duas viaturas que transportavam os homens são de matrícula portuguesa e foram apreendidas pelas autoridades policiais.
A mesma fonte adiantou que as autoridades estão a efetuar diligências no sentido de apurarem o destino dos 21 homens, que eram transportados pelos condutores das duas viaturas.

Lusa