Hora de Fecho: Sidónio, 100 anos depois do Presidente-Rei

08/12/2017 0 Por Carlos Joaquim
Logo Observador

Hora de fecho

As principais notícias do dia
Boa tarde!
A 8 de dezembro de 1917, há exatamente cem anos, Sidónio Pais subiu ao poder e mudou o regime, até ser assassinado um ano depois. O que foi o sidonismo e o que significou? Ensaio de Rui Ramos.
O acordo firmado entre a Comissão Europeia e o Reino Unido garante o direito de residência para quem já o tem, não fecha a fronteira entre Irlanda e Irlanda do Norte, mas implica fatura por pagar.
Vendiam-se perus na rua, o Coliseu abria o Circo, descarregavam-se brinquedos para a Quermesse de Paris. E as ruas já brilhavam com as luzes de Natal. Veja 31 fotos antigas do Natal em Lisboa.
Cristiano Ronaldo recebeu a quinta Bola de Ouro. Em entrevista à revista France Football, o jogador português falou da rivalidade com Messi, do futuro e do que é preciso para se ser o melhor do mundo.
Presidente do Porto defende fim imediato do vídeoárbitro que, diz, só tem trazido coisas negativas para o clube. Em entrevista ao Jogo, Pinto da Costa diz que investigação aos mails moraliza futebol.
Um homem de 30 anos morreu depois de ter sido baleado pelo exército israelita, em Gaza, onde outras quatro pessoas ficaram feridas. Os protestos na Palestina já fizeram várias dezenas de feridos.
Empresária angolana revela planos para vender em bolsa uma parte do capital do Banco do Fomento Angola, operação que pode passar por Lisboa. E quer novos investidores no banco BIC.
Esta sexta feira chegam os novos episódios da série que conta a história da monarca inglesa. A temporada 2 começa em Setúbal, acaba com rock’n’roll e explica o inevitável: Isabel II é uma estrela pop.
A fábrica de Palmela sinalizou que está disposta a avançar com novos horários, mesmo sem acordo prévio dos trabalhadores. Governo admite intervir, se as partes quiserem. Próxima semana será decisiva
Levantamento feito junto de entidades locais indica 15.758 trabalhadores precários a desempenhar funções permanentes. São 14% do número total. Governo diz que há condições para regularizar em 2018.
Ministério Público abriu 2.204 inquéritos por corrupção e crimes conexos no último ano judicial. Em relação a processos encerrados em 2016/2017 foram deduzidas 160 acusações, revela relatório da PGR. 
Opinião
Rui Ramos
A verdade, Dr. António Costa, é que não é preciso ter saudades de Passos Coelho ou desejar vê-lo a si a descansar em casa, para ter relutância em deitar foguetes com os seus supostos sucessos. 
José Manuel Fernandes
A disputa pela liderança do PSD lembra um penoso regresso ao passado, uma disputa fulanizada sem propostas diferenciadoras e sem a capacidade de dizer ao país o que ele precisa de ouvir. E quer ouvir.
Paulo Tunhas
A decisão de Trump sobre Jerusalém rompe com a hipocrisia vigente quando se fala do Médio Oriente, que tudo na aparência igualiza para na verdade sistematicamente condenar Israel desde o princípio.
Helena Garrido
Vivemos tempos extraordinários. Agora os contratos são para cumprir. Em menos de dois anos, o ministro das Finanças passa de virar a página da austeridade para líder do grupo símbolo da austeridade.
Maria João Avillez
Michel Barnier, o negociador-chefe da UE para o Brexit, parece de vez em quando pôr veneno no diálogo com Londres. Mas esta responde por vezes com um grau de amadorismo ou impreparação estarrecedores.
b90d7ed2-70a7-41c4-947b-cb56e7c94d84.png
Mais pessoas vão gostar da Hora de fecho. Partilhe:

no Facebook no Twitter por e-mail

Leia as últimas

em observador.pt

©2017 Observador On Time, S.A.
Rua Luz Soriano, n. 67, Lisboa