AVEIRO ACORDA PARA A DÁDIVA DE SANGUE!

AVEIRO ACORDA PARA A DÁDIVA DE SANGUE!

26/05/2022 0 Por Carlos Joaquim
Há 15 anos que a Associação de Dadores de Sangue do Concelho de Aveiro (ADASCA), tem vindo a desenvolver um trabalho intenso em prol da dádiva de sangue, sem que nunca tenha cancelado uma brigada. De início chegou a registar adesões entre as 150 e as 200 presenças por cada sessão de colheitas, então realizadas no Salão dos Bombeiros Velhos de Aveiro, como também nos Bombeiros Novos desta cidade.
As reportagens que diversos órgãos de imprensa fizeram na altura confirmam o que aqui é escrito, aliás, na Sede existem alguns recortes de jornais afixados. Algumas televisões fizeram questão de se deslocar ao local para os acontecimentos.
Não tem sido fácil conduzir esta associação até à actualidade, pois as dificuldades financeiras tornaram-se o pão-nosso-de-cada-dia, uma vez que não existe meios para realizar receitas. A ADASCA foi anfitriã de diversos eventos de expressão nacional, tais como as designadas Convenções Nacionais de Dadores de Sangue que decorreram em diversas localidades, além de Aveiro, Viana do Castelo, Santarém, Montemor-o-Velho, ainda as diversas exposições sobre a temática da dádiva de sangue, incluindo as conferências realizadas em parceria com a ESSUA e feiras de saúde.
Sem o extraordinário apoio da Câmara Municipal de Aveiro, União das Freguesias de Glória e Vera-Cruz, e das poucas empresas que nos apoiam, não tínhamos garantidamente chegado onde chegámos, com uma dinâmica inédita na região de Aveiro.
Sem margens para dúvidas, a ADASCA é uma das maiores associações de dadores de sangue da zona centro com mais sessões de colheitas num só local, uma vez que estamos impedidos pelo Centro de Sangue e da Transplantação de Coimbra (CSTC) de nos deslocarmos às demais Freguesias que compõem geograficamente o Concelho de Aveiro. Existem interesses que se impõem e falam mais alto. É estranho. O mesmo acontece com o impedimento de entrarmos na Universidade de Aveiro. Ainda assim, apesar dos condicionalismos pelo Covid-19 atingimos as 104 sessões em 2021.
Aveiro acorda para a dádiva de sangue!, vai ser uma campanha de grande impacto para 2022. Tendo Aveiro um hospital que necessita de sangue todos os dias e, assistirmos a uma indiferença associada ao comodismo da comunidade aveirense, alimenta na direcção da ADASCA uma profunda preocupação. O que é necessário acontecer para Aveiro acordar para esta realidade? Falamos de um acto cívico que diz respeito a cada um de nós, que ninguém o pode praticar por outrem, é único e exclusivo.
Não existe sangue sintético produzido em laboratórios, quem precisa de transfusão tem de contar com a boa vontade dos dadores regulares, cada vez menos, uma vez que nada substitui o sangue verdadeiro retirado das veias de outro ser humano. Todos sabemos que é da máxima importância a dádiva de sangue. Mas, quando chega a nossa vez, sempre encontramos uma desculpa. Hoje está frio, está de chuva, ou não estou disposto para isso, nos últimos tempos tenho trabalhado muito e ando cansado. Será que o esse sangue não me vai fazer falta?… assim vamos adiando a nossa dádiva, que poderia contribuir para salvar a vida de uma pessoa, ainda que seja nossa desconhecida ou proporcionar melhor qualidade devida. Hoje é aquela pessoa que não conhecemos, amanhã pode ser um de nós…
Quem não pode doar sangue, pode certamente ajudar a divulgar as sessões de colheitas de sangue, ou apoiar a ADASCA mediante donativos para o desenvolvimento das suas actividades diárias. Outra possibilidade é inserir publicidade no Boletim InfoADASCA, com uma tiragem de 1000 exemplares por mês, assim haja vontade.
http://litoralcentro-c
Boletim InfoADASCA, Edição nº. 17 referente a Janeiro 2022 pode ser lido através deste link http://www.adasca.pt/node/1513 rm formato pdf.