Leiria | Exposição de Orlando Franco no Banco das Artes Galeria

Leiria | Exposição de Orlando Franco no Banco das Artes Galeria

26/04/2021 0 Por Carlos Joaquim
“Aware” é o tema de uma exposição de Orlando Franco que será inaugurada, na #projectroom do Banco das Artes Galeria (BAG), sexta-feira, dia 30 de abril, pelas 17 horas, e que estará patente ao público até 4 de julho.
Esta exposição surge como um prolongamento da exposição “The eyes are not here”, que decorreu em 2019 na galeria Trem em Faro.
Orlando Franco tem construído este corpo de trabalho a partir da influência poética de T.S. Eliot, em particular o poema “The Hollow Men”. A temática deste projeto assenta num confronto paradoxal na relação entre a imagem e a consciência, enquanto estado de relação com a realidade.
“Aware” funciona como uma instalação total, numa articulação entre as imagens e o espaço da galeria, sob um ambiente de baixa luminosidade. A instalação cria uma experiência de imersão através de obras que acentuam a presença ao mesmo tempo que esvaziam por completo a sua função (olhar no vazio; olhar ausente).
Na obra em vídeo, “Aware”, uma rapariga confronta-nos com o olhar ininterrupto (o vídeo mostra uma mulher que nos observa sem nunca pestanejar, como se essa função involuntária do corpo fosse proibida), num ato humanamente impossível.
Nota biográfica
Licenciado em Artes Plásticas pela ESAD-Caldas da Rainha, frequentou o programa Erasmus na Faculdade Belas Artes de Salamanca, Pós-graduação em Teorias da Arte na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, frequentou o programa de projeto individual no Ar.Co e é atualmente doutorando em Artes dos Media na Universidade lusófona.
Tem uma atividade plural no campo das artes visuais, como artista visual, projetos de curadoria, professor e mediador cultural. Colabora com instituições de ensino (Leciona no curso de fotografia da Universidade Lusófona e na ETIC) e museológicas, (destaca a colaboração com os serviços educativos do CCB e Museu Coleção Berardo).
No seu trabalho explora os meios do vídeo, instalação, imagem (fixa e com movimento) e desenho.
_________________________

Exposições individuais e coletivas de Orlando Franco

The Eyes Are Not Here – Orlando Franco, galeria Trem Faro (2020)
WAIT – Museu Coleção Berardo, Lisboa (2019)
Uncanny – coletiva de fotografia, Espaço de Santa Catarina, Lisboa (2018)
DANS LE RÔLE | MUSEU SÃO JOÃO DE DEUS, Telhal (2017)
Passado Contínuo- Residentes em Trânsito, Alvito (2016)
CHUVA OBLÍQUA – Galeria do Museu da Carris, Lisboa – Curated by Justin Maki & TJ Templeton (2015)
“Caixa – considerações sobre o lugar”, de André Banha e Orlando Franco, Convento de Cristo, Tomar (2015)
OBSERVATÓRIO DA ESPERA, DA LUZ E DO TEMPO #2 – André Banha e Orlando Franco – Trienal no Alentejo, Auditório Municipal António Chainho, Santiago do Cacém (2015)
OBSERVATÓRIO DA ESPERA, DA LUZ E DO TEMPO #1 – André Banha e Orlando Franco – Trienal no Alentejo, Lagoa de Sto André (2015)
CAD 3 – Estúdio Susana Anágua convida André Banha e Orlando Franco, Cascais Cidadela Art District (2014)
Fragmentos de Intuição – Curated by Frederico Albuquerque Mendes, Galeria Arte Graça (2014)
ARTEMAR Cascais 2014 (1º Prize) – André Banha e Orlando Franco, 2014 MARCO AURÉLIO AND FRIENDS – Sete Artistas Ulissiponenses Plataforma Revólver, Lisboa (2013) Teresa Gonçalves Lobo, Conceição Abreu, Jorge dos Reis, José Luís Neto, Susana Anágua, Orlando Franco
Vozes das Águas” – CICJC – Centro Internacional de Congressos Joaquim Chissano, Maputo Mozambique (2013)
LAND ARTE CASCAIS 2013 – André Banha, Miguel Ângelo Rocha, Orlando Franco, Pedro Croft |Curated by Luisa Soares de Oliveira
The Non Zero Sum Art Games, Unit4 – Dublin, Ireland (2012) Block B –Culturefest Dublin, Ireland; The Market Studios, Open Studios, Dublin, Ireland (2012)
“O Peso e a Ideia” – Plataforma Revólver, Lisbon (2012) “Matriz Caldas –Hospital Termal museum, Caldas da Rainha (2011)
“SUCKING REALITY”|Fuso, annual Lisbon International Video Art – BES Arte&Finança, Lisboa (2011)
“…and then again…”Museu da Cidade – Pavilhão Preto, Lisboa (2010);
“Enganar a Fome” – Espaço Avenida 211, Lisboa;
“Na Margem do Vísivel”, Sala Do Veado- Natural History Museum, Lisboa (2008);
“Debaixo do Tapete” – Plataforma Revólver, Lisboa (2007);
“V Prémio City Desk”, Centro Cultural de Cascais;
“Bartolomeu 5″ Lisboa (2005);
“Anteciparte”, Lisboa (2004).