Quinze concelhos de seis distritos do continente em risco máximo

Quinze concelhos de seis distritos do continente em risco máximo

23/06/2020 0 Por Carlos Joaquim
Quinze concelhos dos distritos de Faro, Portalegre, Castelo Branco, Santarém, Guarda e Bragança apresentam hoje um risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).
Em risco máximo de incêndio estão os concelhos de Tavira, Alcoutim, Castro Marim (Faro), Nisa, Gavião (Portalegre), Vila Velha de Ródão, Penamacor, Proença-a-Nova (Castelo Branco), Sardoal, Mação (Santarém), Sabugal (Guarda) , Freixo de Espada à Cinta, Torre de Moncorvo, Mogadouro e Alfândega da Fé (Bragança).
O IPMA colocou também em risco muito elevado de incêndio cerca de meia centena de concelhos dos distritos de Faro, Beja, Santarém, Castelo Branco, Portalegre, Viseu, Vila Real e Bragança.
Segundo o IPMA, pelo menos até ao fim de semana vai manter-se o risco de incêndio muito elevado em vários concelhos do continente por causa do tempo quente.
Este risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.
Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.
Por causa do tempo quente esperado para os próximos dias, o IPMA colocou sob aviso amarelo os distritos de Braga, Vila Real, Bragança, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Évora e Beja até às 18:00 de hoje.
A subida das temperaturas deve-se a uma massa de calor oriunda do norte de África, que vai afetar a Península Ibérica no início desta semana.
O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.
A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil alertou na segunda-feira para um aumento do índice do risco de incêndio na sequência da subida da temperatura máxima e da intensificação do vento até quarta-feira.
Lusa