Professor da ESAC agraciado pela CIGR com título de Vice-presidente Honorário

Professor da ESAC agraciado pela CIGR com título de Vice-presidente Honorário

02/02/2023 0 Por Carlos Joaquim
O professor da Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC), José Manuel Gonçalves, viu ser-lhe atribuído pela International Commission of Agricultural and Biosystems Engineering (CIGR), por ocasião do XX World Congress, realizado em Kyoto, Japão, o título de Vice-presidente Honorário.
O título foi-lhe atribuído como reconhecimento da “excelente liderança como ex-presidente da Seção I da CIGR”, cargo que assumiu de 2019 a 2022.
Na Seção I: Terra e Água da CIGR, José Manuel Gonçalves, desempenhou funções de editor de seção da “Agricultural Engineering International: CIGR Journal“, a partir de 2012; de Presidente (Chair), no mandato 2019-2022; de Secretário (Secretary), no mandato de 2014-2018; e de Membro do Conselho (Board Member) de 2007 a 2022, integrando este órgão na figura de Membro Honorário Permanente (Permanent Honorary Member) a partir de 2023.
Sobre a CIGR
A CIGR foi fundada em 1930 e a sua abreviatura decorre da designação original “Commission Internationale du Génie Rural”. Trata-se de uma federação mundial que reúne, na forma de sistema de rede, associações, sociedades, corporações e indivíduos nacionais, regionais e multinacionais, que trabalham em ciência e tecnologia aplicada aos diferentes campos da Engenharia Agrícola e de Biossistemas.
O objetivo geral da CIGR é atender, a nível mundial e por intermédio dos seus membros, as necessidades da humanidade, promovendo o entendimento mútuo, a melhoria e a racionalização dos sistemas de produção biológica sustentáveis. Ao mesmo tempo, a CIGR coloca grande ênfase na proteção da natureza e do meio ambiente, bem como na gestão da paisagem, através do avanço da engenharia e ciências associadas para serem adequadamente aplicadas à agricultura, horticultura, silvicultura, aquacultura, paisagismo e processamento de produtos relacionados.
O desenvolvimento das diversas áreas científicas e técnicas relativas à Engenharia Agrícola e de Biossistemas é assegurado pelas Seções Técnicas da CIGR, que se organizam em domínios específicos da ciência e tecnologia, como órgãos de trabalho, que dinamizam e dão visibilidade ao trabalho técnico-científico da CIGR. A título de exemplo, são organizadas anualmente conferências internacionais inter-regionais para debate e disseminação de resultados de avanços técnicos e científicos e é publicada a revista “Agricultural Engineering International: CIGR Journal”, com alto relevo na divulgação de trabalhos técnico-científicos de países em desenvolvimento.
Isabel Silva