Exposição fotográfica e audiovisual do sul de Angola na Biblioteca Municipal de Leiria a partir de 11 de setembro

Exposição fotográfica e audiovisual do sul de Angola na Biblioteca Municipal de Leiria a partir de 11 de setembro

26/08/2021 3 Por Carlos Joaquim
A galeria de arte da Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira (BMALV), em Leiria, acolhe, de 11 a 30 de setembro, a exposição fotográfica e audiovisual da Província do Namibe e, em particular, do Município do Tômbwa, da autoria do fotojornalista Cesário Mário Avelino e do jornalista Valentim Rodrigues.
A inauguração tem lugar no dia 11 de setembro, às 15 horas, com a presença dos dois autores angolanos, residentes em Tômbwa e que virão a Leiria para o efeito.
A génese do projeto está no trabalho artístico do escultor leiriense Fernando Marques, que deixou um importante legado escultórico no Município de Tômbwa e que possui um assinalável acervo escultórico em Leiria, sendo, por esta razão, a “ponte cultural” entre estas duas comunidades.
A exposição, que tem como objetivo divulgar o património material e imaterial daquela região de Angola, com o intuito de contribuir para a aproximação dos dois povos, unidos pela história, língua e cultura, é levada a cabo pela BMALV no âmbito da sua adesão à Rede de Bibliotecas Associadas à Comissão Nacional da UNESCO (ONU), com o intuito de potenciar o diálogo e o encontro intercultural, aproximando as comunidades, na lógica da Cidadania Global.
As visitas, com as limitações decorrentes da pandemia, podem ter lugar de segunda a sexta-feira, das 9:30 às 20:00, e ao sábado das 14:00 às 20:00.
A Província do Namibe e o Município do Tômbwa
Tômbwa é um dos municípios da província do Namibe, sul de Angola.
A província do Namibe estende-se por 57.091 km2 e é constituída pelos municípios de Moçâmedes (capital provincial), Bibala, Camucuio, Virei e Tômbwa.
Em Namibe o deserto encontra-se com o mar, criando paisagens de rara beleza, onde se destacam as pinturas rupestres e a Welwitschia Mirabilis, uma planta adotada como símbolo da província e da resistência no deserto.
A pesca constitui-se como a principal atividade económica, além da extração de sal, pedras ornamentais, agricultura, pecuária e o turismo, sendo Namibe considerada a pérola do turismo de Angola.
Tômbwa é, deste 1975, a denominação do município de Porto Alexandre, formalmente criado em 1895. Na língua dos nativos da zona, Tômbwa serve para designar a Welwistchia Mirabilis.
As vias de comunicação garantem a entrada por via terrestre e o mar faz o município granjear o título de maior centro pesqueiro do país.
Esta é a terra da Weliwitschia Mirabilis, do Parque Nacional do Iona, da lagoa do arco, das colinas e desse deserto enorme que anula a fronteira com a Namíbia, e que é considerado o mais antigo do mundo.