Câmara de Cantanhede em posição de relevo no Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses

Câmara de Cantanhede em posição de relevo no Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses

25/11/2020 0 Por Carlos Joaquim

Cantanhede é o município da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC) que registou melhor performance económico-financeira em 2019, tendo ficado na 27.ª posição no ranking das autarquias portuguesas de pequena e média dimensão e em 47.ª a nível nacional.

Esta avaliação consta da última edição do Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses que acaba de ser apresentado e onde a edilidade cantanhedense evidencia excelentes resultados em diversos parâmetros de gestão pública. Um deles é o que diz respeito à maior diminuição do passivo exigível, no qual Cantanhede surge na segunda posição no contexto da CIM-RC e na 32.ª ao nível do país, o que na prática representa um abatimento significativo no passivo; outro tem a ver com a maior amortização de empréstimos em relação a novos empréstimos, aparecendo neste caso também na segunda posição entre os municípios da CIM-RC e em 28.º em termos nacionais.

Para a presidente da autarquia, Helena Teodósio, “estes são efetivamente indicadores muito positivos, pois refletem o cuidado do executivo camarário em manter o equilíbrio financeiro da instituição, o que adquire ainda maior significado se nos lembrarmos que isso tem sido devidamente acautelado ao mesmo tempo que a Câmara Municipal registava um nível de investimento particularmente intenso, como de resto continua a acontecer este ano. A gestão do município baseada numa situação financeira equilibrada e sustentável tem sido uma das nossas maiores preocupações”, refere a autarca, adiantando que “simultaneamente tem havido uma aposta em levar até ao limite da capacidade financeira do município na execução de obras em infraestruturas e equipamentos coletivos, assim como na intervenção em áreas tão importantes como a ação social, a educação, a cultura e o desporto”.

Outro indicador que Helena Teodósio destaca é “a 11.ª posição de Cantanhede no ranking dos municípios com maior volume de receita cobrada na venda de bens duradouros em 2019, posição essa que decorre diretamente da venda de terrenos no âmbito do processo de expansão industrial, através do investimento na ampliação e reforço da atratividade das zonas industriais”.

Igualmente importante para o universo de consolidação de contas do Município de Cantanhede são os indicadores da INOVA-EM publicados no Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses. Segundo a publicação, a Empresa Municipal de Desenvolvimento Económico e Social de Cantanhede ficou na 24.ª posição a nível nacional no ranking respeitante aos resultados líquidos do exercício, sendo uma das quatro entidades com melhor performance a esse nível no âmbito da Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra.