Covid-19: Presidente da Câmara de Sardoal internado com problemas respiratórios

22/11/2020 0 Por Carlos Joaquim
O Presidente da Câmara de Sardoal, infetado com o novo coronavírus, foi internado no Hospital de Abrantes com problemas respiratórios após o seu estado de saúde se agravar na sexta-feira, anunciou o próprio Miguel Borges.
“Num dia que parecia estar a correr bem, eis que termina numa cama do Centro Hospitalar de Médio Tejo para uma estadia que vai dar muita luta. É muito duro, acreditem”, escreveu hoje Miguel Borges na sua página pessoal na rede social Facebook.
Em mensagem enviada à Lusa, o presidente da Câmara Municipal de Sardoal, no distrito de Santarém, disse que passou uma semana em isolamento domiciliário “com tosse, febre, dores e problemas respiratórios”, sintomas que se agravaram na sexta feira e levaram ao internamento numa enfermaria do Hospital de Abrantes, onde está “a receber oxigénio” e acompanhamento médico.
“Quando parecia que as coisas estavam a evoluir favoravelmente voltei a ter febres muito altas”, disse Miguel Borges, tendo apelado à população para tomar todos os cuidados preventivos e seguir as indicações das autoridades de saúde.
Não podemos facilitar, porque isto é muito, muito duro”, descreveu.
Miguel Borges acusou positivo ao novo coronavírus no sábado, dia 14, e entrou em isolamento profilático domiciliário, a par da sua mulher, também com teste positivo ao SARS-CoV-2, revelou, na ocasião, o autarca.
Miguel Borges informou da sua condição de positivo ao SARS-CoV-2 numa mensagem também publicada na sua página nas redes sociais, tendo assegurado estar “consciente de ter cumprido as normas o mais possível”, mas lembrando que, “mesmo assim, as coisas podem acontecer e aconteceram”.
Casado e com quatro filhos, o professor social-democrata, que, além de autarca, é presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil de Santarém, tem 55 anos e integra os grupos de risco devido a algumas patologias como a diabetes a hipertensão.
O seu município é um dos que integra a lista de 191 concelhos sob risco elevado de contágio por covid-19. No universo de cerca de 3.750 habitantes com residência em Sardoal, o último boletim epidemiológico do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo indicava na sexta-feira um total de 35 casos de infeção desde o início da pandemia.
Lusa