Central de Cervejas recebe com “estranheza” divulgação da Câmara da Mealhada de “projeto embrionário”

Central de Cervejas recebe com “estranheza” divulgação da Câmara da Mealhada de “projeto embrionário”

04/06/2020 0 Por Carlos Joaquim
A Sociedade Central de Cervejas (SCC) manifestou “estranheza” pela divulgação pública de que está a analisar “um projeto embrionário” de fusão de algumas empresas do grupo, feita, na terça-feira, pela Câmara Municipal da Mealhada.
O presidente desta autarquia do distrito de Aveiro, Rui Marqueiro, insurgiu-se em conferência de imprensa contra a possibilidade de a histórica Sociedade Águas do Luso vir a desaparecer por causa da eventual fusão de empresas controladas pela Sociedade Central de Cervejas (SCC).
O autarca revelou ter tido conhecimento da situação através de um telefonema do Conselho de Administração da SCC, alertando para a possibilidade de fusão de diversas sociedades, por uma razão de economia de escala.
“Nada temos a comentar publicamente de um projeto embrionário que ainda está em discussão interna e com ‘stakeholders’ externos, daí muito estranharmos este ‘disclosure’ público por parte da Câmara Municipal da Mealhada”, refere Nuno Pinto de Magalhães, diretor de Comunicação e de Relações Institucionais da SCC, em declarações à agência Lusa.