Castelo de Paiva | Serviço NO-PAPER arrancou na semana passada

Castelo de Paiva | Serviço NO-PAPER arrancou na semana passada

25/05/2020 0 Por Carlos Joaquim
CM DE CASTELO DE PAIVA AVANÇA COM PROJECTO DE DESMATERIALIZAÇÃO DA GESTÃO URBANISTICA
 
     Arrancou na passada semana, a primeira fase do projecto NO-PAPER no Município de Castelo de Paiva, que permitirá encurtar os prazos de apreciação dos projectos e eliminar todo o circuito de papel actualmente existente nas actividades de licenciamento urbanístico.
     Com o objectivo de desmaterializar de forma integral todas as etapas subjacentes aos processos de licenciamento das operações urbanísticas, esta plataforma tecnológica, dá início a uma transformação digital e organizacional da gestão urbanística da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, cada vez mais focada na eficiência produtiva, e numa maior transparência na comunicação dos critérios e fundamentos subjacentes às decisões que são tomadas.
     Segundo José Manuel Carvalho, vereador do Pelouro do Urbanismo na Edilidade Paivense, “ os processos de licenciamento das operações urbanísticas passarão, a curto prazo, a realizar-se exclusivamente de forma digital, resultando na redução do volume documental produzido e na supressão da acumulação de documentos inúteis “, um objectivo que este responsável municipal tinha definido e que considera ser um avanço significativo na modernização dos serviços, na transparência do serviço prestado e na melhoria da resposta que os paivenses pretendem por parte da Câmara Municipal.
     A concretização deste objectivo, neste contexto restritivo, de distanciamento social imposto pela pandemia provocada pelo surto de Covid-19, acaba por se revelar um passo decisivo e da maior utilidade e José Manuel Carvalho refere que, “ mais do que o lançamento de uma plataforma tecnológica, este é o início de uma transformação digital e organizacional da gestão urbanística da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, estando a ser criadas condições para podermos decidir mais depressa e melhor, sempre com o objectivo de dinamizar a economia do nosso concelho e estar ao lado dos desafios actuais das pessoas e das empresas “.