Sul | ACRAL e Direção Geral do Consumidor promoveram sessão de esclarecimento sobre o Livro de Reclamações Eletrónico

Sul | ACRAL e Direção Geral do Consumidor promoveram sessão de esclarecimento sobre o Livro de Reclamações Eletrónico

5 de Outubro, 2019 0 Por Carlos Joaquim
Os agentes económicos que têm a obrigação de possuir Livro de Reclamações Eletrónico devem proceder às respetivas inscrições na plataforma www.livroreclamacoes.pt até 31 de dezembro do corrente ano.
No entanto, convém que não deixem a tarefa para os últimos dias, pois, devido ao previsível elevado fluxo de inscrições, o sistema informático pode ficar lento ou ir abaixo. Para além disso, há a possibilidade de surgirem dúvidas que não possam ser ultrapassadas em tempo útil e os impeçam de cumprir esta obrigação no prazo previsto.
Estes alertas foram lançados no decorrer de uma sessão de esclarecimento sobre o Livro de Reclamações Eletrónico, levada a cabo em Faro, na passada segunda-feira, 30 de setembro, pela Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL) em colaboração com a Direção Geral do Consumidor.
Na intervenção inicial, o presidente da ACRAL, Paulo Alentejano, justificou a iniciativa pelo facto de entender ser obrigação desta associação “a prestação do máximo possível de informações e esclarecimentos aos comerciantes para que não caiam em incumprimento, ficando, por esse motivo, sujeitos a coimas desnecessárias”.