Justiça | Professor universitário em Coimbra julgado por violência doméstica contra ex-aluna

Justiça | Professor universitário em Coimbra julgado por violência doméstica contra ex-aluna

10 de Setembro, 2019 0 Por Carlos Joaquim

Um professor da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra está a ser julgado por violência doméstica, num caso em que a alegada vítima é uma ex-aluna com quem o arguido viveu sete anos.

O julgamento começou na semana passada no Tribunal da Comarca de Coimbra e tem continuação às 14:00 de quarta-feira.
Em março, o Ministério Público (MP) proferiu despacho de acusação contra o coordenador científico do Instituto de Psicologia Cognitiva, Desenvolvimento Humano e Social, da Universidade de Coimbra, de 60 anos, e a ex-colaboradora e investigadora deste Instituto, de 35 anos, pelo crime de violência doméstica.
Contudo, a jovem requereu a abertura de instrução e o juiz de instrução criminal decidiu pronunciar (levar a julgamento) o arguido nos exatos termos da acusação do MP e arquivou o processo relativo à então arguida, ao concluir que “não existem indícios” de ter praticado o crime de violência doméstica, nomeadamente que tenha agredido verbalmente o arguido.
A acusação do MP, para a qual remete o despacho de pronúncia, aos quais a agência Lusa teve hoje acesso, conta que, cerca das 21:25 de 31 de agosto de 2018, no interior da residência de ambos, em Coimbra, o arguido dirigiu-se à então companheira, e “disse-lhe que era ‘doidinha’ e ‘maluca’” e ainda que “ia dar judicialmente cabo dela e que iria mover os seus conhecimentos para a ofendida ser despedida”.