Formandos do CEARTE vão dar vida a obras de arte de todo o país

Formandos do CEARTE vão dar vida a obras de arte de todo o país

15 de Maio, 2019 0 Por Carlos Joaquim
O Curso de Técnico Especialista de Conservação e Restauro de Madeira (Escultura e Talha), segundo Luís Rocha, Diretor do CEARTE, “já deu emprego a todos os ex-formandos”.
A turma de 14 alunos do Curso de Técnico Especialista de Conservação e Restauro de Madeira (Escultura e Talha) do Centro de Formação Profissional para a Artesanato e Património (CEARTE) conclui esta semana a formação de componente técnica em oficinas e salas de aula, e prepara-se agora para estagiar em instituições e empresas de todo o país, e até da Madeira.
Esta formação que, segundo Luís Rocha, Diretor do CEARTE, “já deu emprego a todos os ex-formandos” irá iniciar brevemente no Pólo de Semide, em Miranda do Corvo. Tem um cariz pós-secundário, com a duração de 1500 horas, que assenta numa forte componente científica e tecnológica, com oito meses de formação nas oficinas e laboratórios do CEARTE e três meses de estágio em empresas, museus e centros de restauro.
Este curso foi pioneiro no país, completando já 10 anos de lecionação no CEARTE. Habilita especialistas a efetuar diagnósticos, peritagens e intervenções em arte sacra, esculturas e talhas de madeira, e a conservar e a restaurar madeiras, policromias, douramentos e outras formas de revestimentos decorativos, contribuindo assim para a preservação do Património Cultural do país.